<

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Translate to Arabic Translate to Bulgarian Translate to Simplified Chinese Translate to Traditional Chinese Translate to Croatian Translate to Czech Translate to Danish TTranslate to Dutch Translate to English Translate to Finnish Translate to French Translate to German Translate to Greek Translate to Hindi Translate to Italian Translate to Japanese Translate to Korean Translate to Norwegian Translate to Polish Translate to Romanian Translate to Russian Translate to Spanish Translate to Swedish
(For translation, please click on your flag)

domingo, março 07, 2010

1ª Dia - sexta-feira 5 de Março


Rui Machado vence e coloca Portugal em vantagem (1-0)





Rui Machado venceu no primeiro encontro com a Dinamarca e colocou a selecção nacional em vantagem (1-0) na eliminatória a decorrer no Complexo da Maia do Grupo II da zona euro-africana da Taça Davis by BNP Paribas.
Na primeira partida, Rui Machado imprimiu um ritmo forte e chegou a dispor de uma vantagem de 4-1, mas o dinamarquês subiu de rendimento a partir do sexto jogo, em que serviu para reduzir para 4-2.
No jogo seguinte, Frederik Nielsen concretizou o primeiro “break”, enquanto no oitavo Rui Machado desperdiçou uma oportunidade de quebrar o serviço ao tenista nórdico, que igualou a contenda (4-4).
O tenista português acabou por permitir o “break” no nono jogo e Nielsen colocou-se em vantagem por 5-4. No seu serviço, o dinamarquês fechou o primeiro “set” com 6-4, concluindo uma série de cinco jogos consecutivos com vitórias.
Na segunda partida, Rui Machado começou mal, consentindo o “break” no primeiro jogo. No entanto, o português, com um jogo elaborado, recuperou e quebrou o serviço a Nielsen no quarto jogo, igualando o encontro em 2-2.
Machado não conseguiu superiorizar-se no seu jogo de serviço, com o dinamarquês a fazer 3-2, mas o português somou mais um “break” no oitavo jogo, o que permitiu o 4-4.
Depois do 5-4 no seu jogo de serviço, Machado averbou mais um “break” e completou o segundo “set” com 6-4.
A terceira partida não teve história, com Rui Machado a lograr o 6-0, com o dinamarquês sem qualquer argumentos para contrariar o domínio do algarvio.
No quarto “set”, Rui Machado conseguiu o “break” no quarto jogo e adiantou-se para 3-1, ampliando para 4-1 no seu jogo de serviço.
Até final, ainda conseguiu quebrar o serviço a Nielsen no sexto jogo, para fechar no seguinte com o parcial de 6-1.

Fonte: FPT